A alegria que vem do Espírito Santo

Meu nome é Katiussa, sou leiga Consagrada da Comunidade Filhos da Cruz na pertença de aliança. Sou solteira e mãe de três filhos – moramos em Sapucaia do Sul. Hoje trabalho como doceira e diarista.

Venho através deste pequeno testemunho partilhar com vocês um pouquinho do meu cotidiano que é muito simples e sagrado.

Meu fundador ensina que “…o Espírito se move sempre em direção ao céu, faz desta alma uma apaixonada pela santidade de Deus, faz arder no seu coração o desejo de perder-se em Deus…”

Considero esta frase extraordinária, profunda e real na minha vida, verdadeiramente concreta no meu cotidiano: o Espírito Santo é meu fiel amigo e companheiro, meu sustento, alento, força e minha alegria! Muitas pessoas me questionam como dou conta da minha rotina, dos meus filhos, trabalhos e minha consagração, como consigo fazer tudo isso sozinha, como venço uma rotina de mais de 14 horas diárias…

E a minha resposta é sempre a mesma: “não sou eu que dou conta, e sim o Espírito Santo de Deus que em mim habita”

É Ele que me ajuda a organizar minha rotina e meu tempo, me auxilia na educação dos filhos, fortalece o meu físico, me cura e liberta diariamente de todo medo, aflição e inseguranças de “mãe solteira”, de empresária e de humilde faxineira.

O Espírito Santo me conduz diariamente a continuar rumo ao céu, me auxilia e capacita a dar passos firmes na minha consagração.

Eu amo estar na presença de Deus, minha alma tem uma sede do Espírito Santo, sou apaixonada pela Sua santidade e meu coração “arde” de um desejo insaciável de contemplar a glória do Senhor.

Diariamente vivo um pouquinho do céu aqui dentro da minha casa, buscando sempre um novo Pentecostes. Rezo incansavelmente – posso estar mal, posso estar triste, no pecado, doente, posso estar completamente destruída ou estar feliz – não importa como estou, diariamente me deleito nos braços do Espírito Santo e assim todos os dias eu decido ser mais de Deus.

O meu desejo é lançar-me cada vez mais na presença do Espírito Santo e ser completamente conduzida por Ele, pois reconheço que sem o Doce Hóspede da alma nada sou, nada conseguirei fazer e nada faria sentido em minha vida.

Ser uma Filha da Cruz é ser cheia do Espírito Santo!

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.