“Na presença da Eucaristia somos plasmados naquilo que Deus sonhou.”

na presença da Eucaristia somos transformados“Na presença da Eucaristia somos plasmados naquilo que Deus sonhou.” 1

Nada melhor do que usar as palavras do nosso Fundador, no escrito sobre Eucaristia, para definir a importância de estar na presença do Senhor de forma “sistemática e perseverante”1. É na adoração eucarística que o homem novo vai sendo gerado, onde o homem velho recebe “um banho de água fria”1, onde vai se moldando o santo que está no coração de Deus.

Santa Teresa de Jesus, ao explicar as palavras da oração do Pai Nosso, diz que Jesus pede que seja feita a vontade de Deus e, por saber como isto seria tão difícil para nós, já pede em seguida que nos seja dado o pão, que é Ele mesmo na Eucaristia. Sabemos que a vontade de Deus é a nossa santificação, a nossa santidade, desta forma, o Senhor quis permanecer conosco sob as espécies do pão e do vinho para alimentar o santo que há de nascer em cada um de nós.2

Para os Filhos da Cruz, que têm a vocação de leigos consagrados, gera-se um “conflito constante entre laicato e consagração, viver da providência e ao mesmo tempo precisar das coisas”1 entre outros pontos, o que vai consumindo as forças dos membros. Segundo nosso fundador, a solução para este desgaste é estar na presença da Sagrada Eucaristia, onde tudo vai mudando silenciosamente.

Colocar-se aos pés de Jesus Eucarístico é abrir-se a uma ação continuada da graça

É ser envolvido pela misericórdia, ser curado das chagas, renovar as forças para o combate, é alimentar a vida da graça em nós e, desta forma, deixar crescer as virtudes.

A Eucaristia é alimento para a eternidade, é oportunidade de crescer no amor a Jesus, é experiência de encontro, relação, comunhão. Podemos e devemos chegar à sua presença apresentando toda a nossa verdade, nossa realidade m00ais profunda, pois Ele, Jesus Cristo vivo e real, espera ansiosamente por estar conosco. Ele, que é a Suma Verdade, quer se revelar, se doar a nós, para que também possamos encontrar a verdade de que somos Filhos amados do Pai.

Dessa maneira, a Adoração Eucarística é vital para um Filho da Cruz, sendo um dos pontos da nossa espiritualidade, onde podemos alimentar outros pontos como o Amor Apaixonado e a Intimidade. Além de renovar a cada encontro a têmpera dos mártires e o perfume de Cristo, que devemos exalar no mundo.

Cristine Hoffmann

Consagrada Pertença de Vida

 

  • Escrito Eucaristia – Jeberton Teixeira – Fundador Comunidade Filhos da Cruz
  • Santa Teresa de Jesus, Caminho de Perfeição, São Paulo, Paulus, 1979.

 

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.