Para nós Filhos da Cruz, o cotidiano é sagrado!

Me chamo Daniele da Silva Coelho Oliveira, tenho 32 anos, sou leiga consagrada na Comunidade Filhos da Cruz na pertença de aliança, casada, mãe de 3 filhos.

Atualmente sirvo no apostolado do Método de Ovulação Billings como instrutora, advogada e apaixonada por este belo Carisma.

“Como mártires, exalar no mundo o Perfume de Cristo”

Eis o Carisma no qual o Senhor reservou para a minha história e que a cada dia me encoraja a lutar para bem vivê-lo através de uma vida de oração diária, fiel e constante; de modo a corresponder a esse chamado não de qualquer jeito, ou tampouco de forma medíocre com as “migalhas” do meu tempo, porém, com a mesma intensidade Daquele que me amou, olhou e chamou: o meu Amado Jesus.

De forma simples, venho através desta partilha, testemunhar como o processo formativo da Comunidade tem me auxiliado no meu sagrado, no ordinário, nas intempéries e contrariedades que se apresentam no meu cotidiano. Para nós Filhos da Cruz, o cotidiano é sagrado! Precisamos vivê-lo com amor, alegria, paciência, fazendo das pequenas coisas uma grande oferta a Deus.

A formação nos ensina que a cada contrariedade que se levanta, seja ela simples – como os afazeres domésticos, ou até mesmo o extremo de uma doença, deve ser vista como uma grande oportunidade de ofertarmos a Deus a nossa vontade, nossas dores, vivendo cada um desses desafios com grande amor, pois um Filho da Cruz é um Filho do Amor.

Costumo sempre dizer que “o Carisma deu sentido em minha vida e fora dele, não sei o que seria de mim”.

Deus me presenteou com 3 riquezas: Maria Luísa (7 anos), Francisco (4 anos) e Pietro (6 meses). Contudo, nossa primeira filha foi acometida de uma rara doença genética na qual não caminha, não fala, se alimentava por sonda, passou por inúmeros procedimentos cirúrgicos e internações. Sim, ela exige muito cuidado, dedicação e amor para que um dia com a graça de Deus possamos contemplar grandes milagres na vida dela como o Senhor já tem feito.

Minha rotina consiste em levantar cedinho, trabalhar nos processos judiciais, cuidar da casa, esposo, crianças, escola, consultas médicas, fisioterapias e práticas espirituais. Quando olho para meu dia, vejo o quão desafiador ele é! Porém, quando acordo e faço meu oferecimento peço a força do Espírito Santo para que me auxilie, ordene todas as coisas e me conceda a sua graça para que aonde eu estiver (seja em casa, na escola, no fórum, na clínica de fisioterapia em que há quase 5 anos passo as minhas tardes com ela e meu filho menor) eu possa “como mártir”, derramar gota a gota do meu suor e da minha vida, me consumindo inteiramente pelo Senhor e impregnando o meu cotidiano de um extremado amor apaixonado.

É extraordinário contemplar a força e a potência deste Carisma.

Através dele, aprendo a mistificar o meu sofrimento, as minhas lutas, o meu cansaço físico e as minhas dores humanas maternas por conviver com as limitações motoras e intelectuais da Maria Luísa e, ao mesmo tempo as exigências dos irmãos pequenos que ainda não compreendem a doença da irmã.

Nosso fundador fala que: “mais vale um sofrimento que advém de Deus, do que mil sofrimentos que advém de nós mesmos”.

Como filha da Cruz e filha do amor, pela força desse Carisma tenho aprendido a cada dia que o sofrimento é “capital de graça” e que fazer a vontade de Deus, confiando na sua providência é poder contemplar todos os dias pequenos milagres!

A verdade é que, viver a experiência real do Carisma Filhos da Cruz na minha vida é experimentar um pedacinho do céu aqui na terra. Através desse chamado, eu encontrei um verdadeiro Tesouro escondido no campo que me proporciona a alegria capaz de confortar toda dor, todo choro e insegurança.

A força desse Carisma me impulsiona a trilhar um caminho de santidade e a conduzir o meu olhar para a “consagrada” que está no coração de Deus. Eu quero o céu!

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.