Ser um homem de Deus é um desafio para os fortes

Me chamo Carlos Alberto, mais conhecido como Carlinhos, tenho 36 anos, sou casado e tenho dois filhos. Moro em Tramandaí, no litoral norte do RS. Sou Técnico de Segurança do Trabalho – desempenho esta atividade laboral há 11 anos – consagrado na pertença de aliança da Comunidade Católica Filhos da Cruz, que tive a graça de conhecer no ano de 2007.

Desde a minha primeira experiência com o amor de Deus, quando tinha 14 anos, sempre procurei nortear minha vida para buscar fazer a vontade de Deus.

A partir do início do processo formativo na Comunidade fui sendo gerado como homem de virtudes, crescendo em maturidade humana e espiritual.

Assim comecei a entender o chamado de Deus para minha vida:

cultivar no meu dia a dia o amor apaixonado a Jesus e entender o cotidiano como algo sagrado, não perdendo as oportunidades de exalar o bom perfume de Cristo às pessoas que me rodeiam.

Então aos poucos fui deixando Deus moldar o meu ser profissional e pude perceber que o meu trabalho me permite evangelizar o homem sendo justo e correto, tendo coerência em minhas ações, valorizando o ser humano, zelando pela vida e sendo sinal do amor de Deus em um meio onde as pessoas são tão sedentas do Senhor.

O Carisma Filhos da Cruz tem me forjado para ser um homem diferente

Impregnado de valores cristãos, buscando atitudes santas, posturas respeitosas, prezando a instituição da família, sendo fiel, amando e respeitando a minha esposa e educando meus filhos com os princípios do Evangelho de Cristo, ensinando-os a beleza de amar a esse Deus tão grande, generoso e compassivo.

Confesso que nem sempre é fácil e são muitas lutas para me manter em pé diante do desafio de ser consagrado e homem de Deus! Conheço minhas misérias, fraquezas e impossibilidades mas sei que Deus me sustenta e a cada novo dia se renovam as oportunidades de ser mais santo, para que vivendo o meu Carisma eu consiga deixar uma marca, um sinal, uma trilha que leve as pessoas a encontrarem esse Jesus que um dia eu encontrei e que mudou a minha história para muito melhor. Eu encontrei o meu lugar na Igreja. Eu sou feliz por ser um Filho da Cruz!

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.